terça-feira, 26 de julho de 2011

strange feeling

Uma força nela nasce, uma força que lhe mostrou uma sensação que dava por impensável, algo que achou passageiro.
Foi numa noite, e já lá iam uns dias em que ela não o olhava, não o tocava, não lhe falava, não se lembrava, ela pensava que finalmente aquela sensação que nela se tinha instalado sem aviso tinha desaparecido, pensou que era o tal sinal que não era para parar naquele sentimento, mas sim para avançar com a sua vida. Errado! Dias depois, com o seu coração já limpo desse desejo, o destino decidiu pôr-la á prova e finalmente viu o que até aqui tinha evitado ver, sentir... Depois de dias, do nada, apareceu á sua frente, olhou-a, e parece que por breves segundos tudo parou, sentiu uma energia que numa fracção de milésimos de segundos subiu dos seus pés até ao seu coração, sentiu-se sem forças, sentiu os seus olhos felizes, desfaleceu por dentro! Tudo de mau que lhe atormentava a mente naquele momento tinha desaparecido, foi como uma cura, como uma borracha, foi... "eu sei lá o que aquilo foi!" pensou ela.
Agora, cada vez que se lembra da sua face, das suas expressões cada vez que a olhou ao longo das vezes que estiveram juntos, algo dentro dela muda, algo lá dentro palpita, fortalece, cresce, e aumenta. Mas, sem criar ilusões ela usufrui dessa sensação e lembranças para esquecer todo o resto, vai fantasiando o próximo encontro, vai desejando o próximo toque, a próxima tarde, a próxima noite.

(beseado na história de uma amiga :o epic ihih)

6 comentários: